Notícias

A Ternium participa do Steel Safety Day

2 maio 2017
Print this pageEmail this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on TumblrShare on LinkedIn

A Ternium participou do quarto Dia da Segurança do Aço, organizado pela worldsteel para ampliar a consciência sobre as principais causas de acidentes e criar um ambiente mais seguro de trabalho em toda a indústria.

Cinco causas explicam a maioria dos acidentes na indústria do aço no mundo. Por isso em 2014 a Associação Mundial do Aço (worldsteel) criou o Steel Safety Day (Dia da Segurança do Aço), celebrado em 28 de abril, a mesma data do Dia Mundial da Segurança e da Saúde promovido pela Organização Internacional do Trabalho (OIT). Este ano, assim como em todos os anteriores, a Ternium participou da iniciativa, que inclui ações para conscientizar sobre causas de acidentes e promover a criação de ambientes de trabalho mais seguros.

Nas semanas anteriores ao dia 28 de abril, o programa Hora Segura da empresa se concentrou nestas cinco causas principais de acidentes: queda de objetos, trabalho em altura, equipamento/maquinaria em movimento, interação com equipamentos móveis e segurança dos processos. Como ocorre todos os anos em rodízio, a worldsteel recomenda a concentração em uma das questões: este ano, na queda de objetos.

Observar para agir

“De 24 a 28 de abril, na Ternium os principais líderes participaram do programa Hora Segura, que foi voltado para supervisionar o cumprimento das normas de segurança nas plantas em relação às cinco principais causas de fatalidades na nossa indústria”, disse Rodrigo Grosso, diretor de Segurança da Ternium. “É importante que o que foi detectado nas visitas e na Hora Segura, principalmente nesta semana, gerem ações específicas para evitar eventos graves ou fatais.”

Nos últimos anos, a Ternium melhorou seus resultados gerais, mas com o objetivo de acidente zero, a segurança continua sendo a prioridade na agenda.

Melhoras significativas

Partindo do princípio de que todos os acidentes têm que ser evitados, a Associação Mundial do Aço incentiva seus membros a realizarem auditorias nas suas instalações nas semanas anteriores ao Steel Safety Day, e depois informarem os resultados. Em 2016, segundo a worldsteel, 390 mil pessoas de 350 plantas em todo o mundo participaram da atividade. Quase 900 mil funcionários da indústria do aço trabalham em instalações envolvidas nas auditorias.

“Por meio destas atividades de liderança, a indústria obteve melhoras significativas em segurança e saúde, e se seguir neste caminho pode continuar melhorando nos próximos anos”, disse Henk Reimink, diretor de Excelência Industrial da worldsteel.