Notícias

Central Elétrica: “Um exemplo da capacidade de realização do Grupo Techint”

27 mar 2017
Print this pageEmail this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on TumblrShare on LinkedIn

Paolo Rocca inaugurou oficialmente a Central Elétrica Pesquería junto com o presidente mexicano, Enrique Peña Nieto. Este investimento de US$ 1 bilhão permitirá gerar 900 megawatts, o equivalente ao consumo anual de 1,5 milhão de casas.

No dia 1º de março, Paolo Rocca inaugurou oficialmente junto com o presidente mexicano, Enrique Peña Nieto, a Central Elétrica Pesquería e anunciou um novo investimento de US$ 260 milhões em uma nova planta da Ternium no Estado de Nuevo León. “Esta obra é um exemplo da capacidade de realização do Grupo Techint no México. Estamos muito orgulhosos do que conseguimos fazer”, disse o CEO.

O presidente Peña Nieto parabenizou a direção e os funcionários do Grupo pela construção, que descreveu como um investimento “especialmente relevante”, destacando o seu processo limpo de geração de energia a partir do gás natural. “Isso está em perfeita sintonia com a reforma energética que nós promovemos, que tem como principal objetivo aumentar a capacidade de gerar energia elétrica e atender a demanda crescente no nosso país”, afirmou.

A central em números

A central elétrica, que iniciou as suas operações comerciais no dia 1º de dezembro de 2016, exigiu um investimento de US$ 1 bilhão para sua construção em 28 meses. Sua capacidade de 900 megawatts é suficiente para atender o consumo médio anual de 1,5 milhão de casas e significa uma expansão de 1,4% da capacidade total instalada no México. Mais de 3 mil pessoas trabalharam durante a obra, sem nenhum acidente grave em mais de 11 milhões de horas/ homem.

Rocca destacou o trabalho em conjunto das empresas do Grupo Techint na construção: “a Tenaris e a Ternium, acionistas que utilizarão a energia produzida; a Tecpetrol, acionista e operadora da central elétrica, e a Techint Engenharia e Construção, no projeto e instalação”.

Da cerimônia de inauguração participaram Máximo Vedoya, presidente executivo da Ternium no México; Guillermo Vogel, vice-presidente do Conselho de Administração da Tenaris; Sergio de la Maza, vice-presidente executivo e diretor-geral da TenarisTamsa;  Carlos Bacher, CEO da Techint Engenharia e Construção; Humberto Fernández, gerente-geral da Central Elétrica; Carlos Ormachea, presidente e CEO da Tecpetrol. Também estiveram presentes Ildefonso Guajardo, ministro da Economia; Jaime Rodríguez Calderón, governador do estado de Nuevo León, e Miguel Ángel Lozano, prefeito de Pesquería.

Crescimento orgânico e integral

Segundo Rocca, a inauguração da Central Elétrica Pesquería faz parte de um crescimento “orgânico e integral” do Grupo Techint no México. Ele lembrou que a atividade industrial da organização no país começou em 1952, com a construção de TenarisTamsa em Veracruz. Hoje o Grupo emprega 17,5 mil pessoas no país de maneira direta e nos últimos dez anos investiu US$ 10,75 bilhões, grande parte em Nuevo León.

A inauguração do Centro Industrial Ternium em Pesquería, em 2013, foi a primeira fase do desenvolvimento desse município, que Rocca descreveu como “um exemplo único na América Latina nos últimos 20 anos, pela capacidade de atrair um conjunto de empresas industriais e desenvolver a infraestrutura necessária, começando de zero”.

Novo investimento em Pesquería

Rocca anunciou que a Ternium vai investir nos próximos 30 meses US$ 260 milhões na construção de uma nova planta de galvanização e pré-pintura em Pesquería. “Esta nova planta agregará valor à laminação a frio que hoje produzimos na Ternium Monterrey e nos permitirá melhorar o serviço para a indústria automotiva e de linha branca do país”, disse.

“A atividade industrial é um componente essencial do desenvolvimento de um país e gera empregos de qualidade, promove o progresso tecnológico e material, fomenta a mobilidade e a inclusão social e desenvolve as comunidades nas quais está enraizada”, acrescentou Rocca.

Peña Nieto, que não será mais presidente quando a obra for inaugurada, afirmou que o anúncio mostra que as empresas “percebem o potencial que o nosso país tem e continuará tendo no futuro”.

O governador Rodríguez Calderón descreveu Nuevo León como uma sociedade que aposta no desenvolvimento sustentável e que graças a “empresas líderes como a Ternium” avança na geração da energia de que precisa para continuar crescendo.