Notícias

Mutirão de voluntários pinta centro educacional

1 jul 2016
Print this pageEmail this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on TumblrShare on LinkedIn

No dia 18 de junho foi realizada a segunda jornada Voluntários de Aço, para pintar uma escola em Malambo, onde está localizada a planta da Ternium.

Um grupo de 74 pessoas, entre funcionários da Ternium e suas famílias, pintaram a fachada e as paredes internas do Colégio Simón Bolívar, do município de Malambo, onde estudam vários filhos de funcionários da empresa. Previamente foi feita a reparação e adequação do muro da instituição, que tem 1.500 alunos.

“A Ternium aposta na educação como pilar fundamental para o desenvolvimento da comunidade. Este mutirão em Malambo ratifica o nosso compromisso de continuar crescendo juntos: com a colaboração do nosso pessoal buscamos melhorar as condições dos estudantes. Temos um enorme desafio, que é conseguir que estes exemplos se multipliquem, gerando um impacto positivo na comunidade”, disse Martín Ceballos Paz, gerente de Recursos Humanos da Ternium Colômbia.

Katherine Miranda, mulher de Rafael de Moya, operário de produção, que participou da jornada, disse: “foi muito bonito porque contribuímos para que as crianças tenham mais amor pelo colégio e uma formação melhor”.

“Esperamos que este espaço que deixamos para as crianças, para sua convivência saudável, permita que eles estudem e se esforcem para serem grandes pessoas”, afirmou Leiner Ochoa, operário de Customizados e Corte, de Barranquilla.

Promotores do desenvolvimento

“Estes voluntariados geram transformação na empresa e nos ajudam a estar mais perto das comunidades. O objetivo é sermos promotores do crescimento das crianças e do desenvolvimento dos seus talentos”, disse José Peña, chefe de planta, de Barranquilla.

Jaime Rafael Sarmiento, reitor da instituição, expressou seu agradecimento: “Estas ações demonstram que empresas como a Ternium zelam pela educação e pelo crescimento emocional e acadêmico de crianças e jovens”.